Gosto demais

É sério!
Gosto mesmo de você. De verdade!
Mesmo fazendo tudo errado, dizendo o que não devo. Mesmo tentando explicar de qualquer jeito o que sinto. Gosto de você até quando brigo por qualquer besteira com você até você sair batendo porta, pisando forte, prometendo não voltar.
Não é que eu goste de te ver zangado, mas é que tem coisas que preciso te provocar pra você falar e é por isso que eu provoco.
Esse é meu jeito errado de fazer o certo e meu jeito de pensar que estou fazendo o certo, mas do modo errado. Eu não sei conviver com o silêncio, com o comodismo. Não sei ser expectadora, tenho que atuar na relação e não empurrar com a barriga. Acredite, eu faço meu possível, mas sozinha, sem sua ajuda, não posso fazer nada.

Comentários

Postagens mais visitadas